Vinho Branco: permita-se momentos de grande prazer

Entenda mais sobre os vinhos brancos e conheça as 5 dicas essenciais para apreciá-los.


Nosso clima tropical faz a combinação perfeita com o vinho branco. E o benefício disso é você se refrescar com categoria e colecionar prazerosos momentos ao lado de uma excelente bebida. Embora seja uma ótima opção para apreciar não somente em dias quentes, mas a qualquer hora do dia.

Essencialmente, para relaxar admirando o pôr do sol após um longo dia de trabalho; no almoço de domingo em família; ou no jantar à beira-mar com a pessoa amada. 

Acompanhados ou não, os vinhos brancos encantam pelo seu sabor frutado, leve e muito refrescante. Além da cor agradável que varia do dourado claro ao transparente, reportando jovialidade e frescor.

Engana-se quem acredita que o vinho branco atrai apenas paladares mais simples, descomplicados ou jovens. Existe uma gama de opções na categoria dos brancos, que aporta experiências únicas. Você pode encontrar vinho branco extra seco, seco, doce, encorpado, simples, complexo, jovem, velho, ácido, aveludado e por aí vai.

Nesse sentido, as finalidades gustativa, visual e olfativa dependem bastante da região, do tipo de uva, tempo de colheita, estágio de maturação, armazenamento, dos processos de vinificação e de muitas outras variáveis.


Vinificação e tipos de uvas

A vinificação do vinho branco difere dos demais - tinto e rosé - justamente pela ausência de contato da casca da uva com o mosto (suco) no momento da fermentação. Além disso, a temperatura, que deve ser menor, é outra variável que influencia na elaboração do vinho branco.

Ademais, os vinhos brancos não costumam maturar por muito tempo, por isso são engarrafados logo, para manterem o frescor.

Na fermentação, as leveduras alimentam-se do açúcar da uva, e o produto disso é o álcool. Logo, quanto maior o teor glicêmico de uma uva, maior teor alcoólico poderá ter a bebida ou mais adocicada ela será.

Pode-se obter vinho branco tanto de uvas brancas quanto das uvas tintas. Assim, um incontável número de uvas brancas, todas da espécie Vitis Vinifera, podem ser utilizadas na produção de vinhos brancos finos e de qualidade. 

Com destaque para as castas portuguesas, as quais são cuidadosamente selecionadas, aportando altíssima qualidade aos vinhos brancos produzidos por vinícolas, cuja classificação salienta a excelência dos vinhos do velho mundo.

​Sendo elas: Arinto, Viosinho, Verdelho Gouveio, Rabigato, Antão Vaz, Malvasia Fina e Alvarinho. Acrescenta-se também as populares de origem francesa: Chardonnay e Sauvignon Blanc.

Nesse contexto, os vinhos brancos podem ser de diferentes tipos ou subcategoria, a depender da uva - leve e refrescante (Sauvignon Blanc), aromático (Malvasia Fina) ou encorpado (Alvarinho).


Descubra quais são as 5 dicas primordiais para você apreciar o vinho branco



Por quanto tempo guardar

O recomendável é consumir o vinho branco até 3 anos após a produção estampada no rótulo. Por serem uma categoria de vinhos, em sua maioria, jovens, respeitar o tempo de guarda confere que as propriedades do vinho estejam garantidas por tal período.

Sendo sempre bom destacar que há exceções, pois existem vinhos que são feitos para resistirem ao tempo, a fim de alcançarem notas específicas.


Temperatura ideal

Os brancos leves e refrescantes e, também, os aromáticos devem alcançar uma temperatura de 8 °C a 10 °C, enquanto os brancos encorpados, de 10 °C a 12 °C. Isso, pois, esses rótulos têm a acidez e a sensação de frescor destacadas pela baixa temperatura.

Então, quando falamos em bebida do verão, não é à toa. O vinho branco é para ser consumido gelado! Logo, a regra é clara: dias quentes combinam com vinho branco, que combina com balde de gelo na piscina e na praia.


Tipo de taça

Recomendamos duas taças:

A primeira – indicada para os brancos leves e refrescantes, bem como os aromáticos - é a taça de haste longa e bojo menor, pois esse modelo evita demasiado contato da bebida com o oxigênio. Além disso, esse formato distribui o vinho de maneira uniforme pela boca.

A segunda – indicada para os brancos encorpados – é conhecida como taça montrachet, com aparência de bojo mais largo. Esse tipo de taça permite direcionar o líquido, principalmente, para a parte de trás da língua, exaltando as nuances características do vinho.

Importante ressaltar que as taças para vinhos brancos devem ser menores, para que a quantidade de vinho servida seja menor e, portanto, o vinho seja consumido mais rápido, e não esquente. 


Harmonização

Existe uma profusão de pratos que harmonizam perfeitamente ao vinho branco, variando de uma leve salada à pizza e macarrão.

Brancos leves e refrescantes: a exemplo das castas Arinto e Sauvignon Blanc pedem saladas, principalmente com ingredientes de acidez, como o tomate; pizza e massas com molho de tomate; queijos frescos e curados (Mussarela, Mascarpone, Ricota); e carne branca.

Brancos aromáticos: feitos das uvas Rabigato e Alvarinho harmonizam com peixes; sashimi, sushi, ostras, mariscos e mexilhões; e queijo gouda.

Brancos encorpados: como os da uva Chardonnay ou Antão Vaz são ótimos para acompanhar pratos com camarão, queijo brie e pizza com frango ou catupiry.


Durabilidade após aberto

Os vinhos brancos podem ser guardados na geladeira por cerca de 3 dias depois de abertos. Além disso, deve-se evitar guardá-los na porta da geladeira, porque é uma área de muito movimento, cujas vibrações são capazes de deteriorar o vinho mais rápido.

É importante manter a garrafa fechada, para que evite o máximo de contato com ar possível. Visto que as características originais do vinho branco perdem-se à medida que a bebida recebe oxigenação. Em razão disso é que também o vinho branco deve ser guardado em pé após aberto, porque, assim, a superfície de contato com o oxigênio é menor.

Agora que você conhece mais sobre os vinhos brancos, confira em nosso site os grandes lançamentos do mercado europeu e concretize seus momentos com a companhia de nossos incomparáveis vinhos brancos.  

 

 

Deixe um comentário

Todos os comentários são revisados antes de serem publicados
Obrigado pela inscrição!